+ 55 (41) 3029-4458
+ 55 (41) 3016-1424
Skype: adridrika44

Grupo Egito Maravilhoso com Cruzeiro Rio Nilo e Tel el Amarna & Marrocos Fascinante - Abril2018!

Valor: 
USD 4.185,00 + USD 234,40 txs emb + IRRF

 

Egito

 

Nesta viagem você conhecerá alguns dos mais belos tesouros deixados pelos antigos egípcios através de sua gloriosa história. Conheça de perto as grandes pirâmides de Quéops, Quéfren e Miquerinos. Veja a impressionante esfinge de Gizé, visite o Museu do Egito, a Cidadela de Salah el Din, antigo centro do Cairo. Faça compras no bazar Khan el Khalili e aprecie a gigantesca mesquita de Mohammed Ali e Sultão Hassan. Embarque em um luxuoso cruzeiro no Rio Nilo e conheça alguns dos maiores tesouros do Antigo Egito. Em Luxor, visite o Vale dos Reis e os grandes templos de Karnak e Luxor, além do templo de Hatshepsut. Conheça as tumbas de Tutancâmon e Ramsés II, os Templos de Kom Ombo e Edfu entre outras maravilhas que o aguardam neste cruzeiro.

 

ÁREA: 1.001.449 km²

CAPITAL: Cairo

POPULAÇÃO:  84 milhões de habitantes (estimativa 2012)

MOEDA: libra egípcia

NOME OFICIAL : República Árabe do Egito (al-Jumhuriya Misr al-'Arabiya).

NACIONALIDADE: egípcia

DATA NACIONAL: 23 de julho (Aniversário da Revolução). 

DIVISÃO ADMINISTRATIVA: 27 governadorias

GOVERNO: República Semipresidencialista
O Egito é situado no norte da África que inclui a península do Sinai, na Ásia o que o torna um Estado transcontinental, faz fronteira a oeste com a Líbia, ao sul com o Sudão e a leste com a faixa de Gaza e Israel. No Egito a língua oficial é o árabe, inglês e francês.

As etnias existentes são egípcios, berberes, beduínos, gregos, armênios, europeus principalmente italianos e franceses. Deles a maioria é das religiões muçulmana, cristãos coptas e outros cristãos

A regularidade e a riqueza das cheias anuais rio Nilo, juntamente com semi-isolamento fornecidas pelos desertos ao leste e oeste, permitiram o desenvolvimento de uma das maiores civilizações do mundo. Um reino unido surgiu cerca 3200 a.C, e uma série de dinastias deliberaram no Egito por três milênios.

A última dinastia sucumbiu para os nativos persas em 341 a.C, que por sua vez, foram substituídos pelos gregos, romanos, e Bizantinos. Foram os árabes que introduziram o Islã e a língua árabe, no século 7.

Um regime militar, os Mamluks assumiram o controle em 1250 e continuou a governar após a conquista do Egito Otomano pelos turcos em 1517. Após a conclusão do Canal do Suez em 1869, o Egito se tornou um importante pólo de transporte do mundo, mas com grande dívida. Ostensivamente para proteger seus investimentos, a Grã-Bretanha tomou o controle do governo do Egito em 1882, mas a fidelidade ao Império Otomano continuou até 1914. Parcialmente independente do Reino Unido em 1922, o Egito adquiriu a sua plena soberania com a derrubada da monarquia apoiada pela Inglaterra em 1952.

O rápido aumento da população (a maior do mundo árabe), as limitadas terras aráveis, e a dependência do Nilo para todos os recursos continuaram a sobrecarregar a sociedade.

O governo tem lutado para satisfazer as crescentes exigências da população do Egito através de reformas econômicas e de investimentos maciços em infra-estrutura física e de comunicações.

 

**************************************************************************************

Aswan

Assuã  

A cidade de Aswan Localizado no lado leste do rio Nilo, a uma distância de 899 km ao sul do Cairo, é o elo entre o Egito e o Sudão, por isso, é a porta de entrada para o coração do continente Africano, tornando-se um importante centro comercial.

Área - 34 608 km²

Divisão Administrativa - Aswan é dividido em cinco centros (Aswan capital da província - Kom Ombo - Empate - Nasr El Nuba - Edfu). Há 10 cidades (Aswan - Abu Simbel - Kom Ombo - Empate - Nasr El Nuba - Kalabsha - Edfu - El Sbaeya-Alrdesia - Albosailia)

Aswan Aeroporto Internacional - Ele está localizado na cidade de Aswan, é um aeroporto internacional, serve a área da Núbia no sul do Egito.

O museu - O Museu de Núbia, que possui cerca de 300 peças representando diferentes épocas: pré-histórica, faraónica ptolomaica, copta e islâmica.

Jardim Botânico - O Jardim Botânico, com plantas exóticas provenientes de todo o mundo.

Ilha Elefantina - A Ilha Elefantina, separa o Nilo em dois canais em frente a Assuão, possui para além do mais, ruínas dos templos de Jnum, de Sadet e do seu filho Anukis. O nome atribuído à ilha (Abú-elefante), é de origem árabe, pois as rochas assemelham-se a estes animais pela sua cor e pelas formas que detêm. Nesta ilha situa-se também o Nilómetro, sistema utilizado pelos antigos egípcios para medir a altura das águas do Nilo.

Mosteiro de São Simão - O Mosteiro de São Simão, construído no século XII, acolheu os monges missionários que converteram alguns dos núbios ao Cristianismo.

O obelisco - O Obelisco Inacabado, os templos do Egipto foram, na sua grande maioria, construídos com granito vermelho proveniente das pedreiras de Assuão e é exatamente numa delas que se encontra este enorme Obelisco com cerca de 41m e que poderá pesar cerca de 1.168 toneladas. Nas proximidades encontra-se o cemitério Fatimita.

Túmulos - Os Túmulos dos Nobres datam do Império Antigo e revelam no seu interior cenas da vida quotidiana.

Templo de Filae Isís - O Templo de Filae, desmontado e de novo erigido em Agilkia. Dedicada à Deusa Isis, contém um "mamisim" (casa de nascimento) e dois pilares. Pode-se assistir neste lugar a um maravilhoso espetáculo de luz e som.

A Barragem - A Grande Barragem, construída nos anos 60, fornece água e eletricidade a todo o Egipto. O Templo de Kalabsha pode ser avistado da barragem.

 

**************************************************************************************

Luxor

Luxor é uma cidade do sul do Egito, capital da província de mesmo nome. Sua população é de 376,022 (censo de 1999), e sua área, de 416 km².

A Luxor moderna cresceu a partir das ruínas de Tebas, antiga capital do Império Novo (1550-1069 a.C.) e situa-se a 670 km ao sul do Cairo.

A sua riqueza, tanto arquitetônica como cultural, fazem dela a cidade mais monumental das que albergam vestígios da antiga civilização egípcia.

 

O Nilo separa Luxor em duas partes:

A margem oriental, outrora consagrada aos vivos, onde encontramos os vestígios dos mais importantes templos consagrados aos deuses da mitologia egípcia.

E a margem ocidental, consagrada aos mortos, onde se localizam algumas das mais importantes necrópoles do antigo Egito.

 

**************************************************************************************

Cairo

Cairo (em árabe: Al-QAhira, "O Forte", "A Vitoriosa") é a capital do Egito e da província (muhafazah).

Foi fundada no ano 116 a. C., no que hoje em dia se conhece como Velho Cairo.

A Cidade do Cairo é uma cidade vibrante, animada, exótica e fascinante, onde você pode encontrar contrastes entre modernas alamedas e monumentos, arte, história e diversas atividades como cinemas e teatros.

Apreciar uma bela vista do rio Nilo da sacada do hotel, visitar os mercados medievais, ir à ópera, apreciar mostras de dança e música, ou apreciar uma bela vista das pirâmides de Gize, visitar o museu egípcio, são algumas das possibilidades de inesquecíveis momentos que podem ser vividos ali.

O Cairo oferece uma vasta gama de hotéis de diversas categorias, incluindo luxuosos 5 estrelas e hotéis boutique.

Religião

No Cairo, a religião predominante é a fé Islâmica e a Charia é o principal código de leis. Além da maioria Sunita, também vive na cidade uma minoria Cristã. Estima-se que cerca de 90 por cento da população muçulmana seja de Sunitas. Quase todo o resto da população é de Cristãos Coptas (Ortodoxos e Católicos). Além disso, a cidade tem ainda uma pequena comunidade de judeus e um pequeno grupo de Cristãos Ortodoxos Gregos. Estas comunidades religiosas vivem lado a lado de forma relativamente pacífica.

Turismo

A cidade de Cairo recebeu 9,1 milhões de turistas em 2006. Várias das principais atrações da cidade se aglomeram no denominado centro histórico, Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. No entanto, há outros pontos fundamentais do turismo cairota que não está situado em seu centro histórico.

Metrô do Cairo

O sistema ferroviário cairota conta com um serviço de trens que conectam a capital com os principais pontos do país. Além de, a cidade possui seu próprio sistema de metropolitano.

Rodovias

A rede de rodovias que conecta Cairo com as principais metrópoles do país é boa e eficiente.

Cultura

Cairo conta com numerosas universidades, teatros, monumentos e museus. O Museu Egípcio é o mais importante deles, situado na praça Tahrir, que abriga a melhor coleção de objetos do Antigo Egito do mundo.

As pirâmides e a esfinge de Gizé

Localiza-se junto do templo do Vale; possui cabeça humana (do Rei Kefren) e corpo de leão. Tem 70 metros de comprimento e 20 metros de altura. No interior deste monumento parecem estar guardados mistérios e segredos não revelados até aos nossos dias.

(a primeira e maior pirâmide, construída para o rei Khufu), Kefren (a segunda pirâmide, atribuída ao rei Khafraa, filho do rei Khufu) e Miquerinos (a terceira e menor pirâmide, atribuída ao rei Micerinos, filho do rei Khafraa e neto do rei Keops).

O clima

O clima no Cairo é moderado e de baixa umidade.

Demográfia

Área:214Km²
População:oitomihões
Clima:mediterrâneo
Temperatura média anual: 22ºC

Esporte

O futebol é o esporte mais popular entre os cairotas. A cidade abriga dois colossos do futebol egípcio, o Zamalek e o Al-Ahly.

 

**************************************************************************************

Abu-Simbel

 

A pequena aldeia de Abu-Simbel fica 280 km ao sul de Aswan, e apenas 40 km ao norte da fronteira sudanesa. 
Empoleirado no topo de uma colina com vista para o Nilo, os majestosos templos de Abu-Simbel são um Patrimônio Mundial da UNESCO. Dedicado a Ramsés II e Nefertari, templos mundialmente famosos irá tirar o seu fôlego. Depois de uma visita a este site inspirador, você pode andar em torno do mercado turístico colorido, ir a observação de aves no lago Nasser, e voltar para os templos novamente à noite para o som incrivelmente inspirador e show de luzes.

Permanecer em Abu-Simbel para uma ou duas noites lhe permitirá desfrutar da paz e da magia desta cidade Nubian no seu próprio ritmo e descobrir o verdadeiro espírito de Abu-Simbel, contemplar as magníficas estátuas de horas e evitar as hordas de turistas que chegam normalmente no início da manhã. Você também terá um vislumbre da cultura Nubian saudável, ouvindo música Nubian, encontrando com os moradores, e talvez até mesmo fugir para o deserto nas proximidades de algumas experiências mais inspiradoras.

 

 

=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*=*

 

SOBRE MARROCOS

 

Há muito tempo o Marrocos desperta o fascínio dos viajantes cansados dos destinos convencionais. E não é para menos: o país fica a apenas uma hora de balsa da Espanha e, embora esteja tão pertinho da Europa, sua cultura e tradições fortemente enraizadas o tornam diferente de tudo o que nos é familiar.

E quem vai para lá pode se preparar para se surpreender com um sem fim de contrastes, pois além da cultura, os visitantes vão encontrar cidades cosmopolitas onde o moderno e o medieval vivem lado a lado, vilarejos que parecem ter parado no tempo, praias, cadeias montanhosas e o vazio arenoso formado pelo Saara. Em outras palavras, o Marrocos é, sem dúvida, um dos países mais diversificados da África.

Localizado no noroeste da África e tendo o Oceano Atlântico e o Mar Mediterrâneo ao norte, o Marrocos faz fronteira com a Argélia, Espanha e o oeste do Deserto do Saara. A Cordilheira do Atlas — com altitude média de 3,4 mil metros — separa o litoral ameno do deserto inclemente, e a chuva, imprevisível, está longe de ser suficiente para abastecer a população.

Com área total de quase 447 mil quilômetros quadrados, este pequeno país como já dissemos fica a apenas um pulinho da Espanha, que fica logo ali, atravessando o Estreito de Gibraltar. Sua população é de pouco mais de 31 milhões de habitantes (segundo o censo realizado em 2010) e composta principalmente por berberes — povos do norte da África que há milhares de anos habitam a região — e árabes, e quase 99% dela é muçulmana.

Os idiomas mais falados no Marrocos são o árabe, o francês e dialetos berberes, e a capital se chama Rabat. O país é uma monarquia constitucional e um dos últimos três “reinos” que ainda restam na África — os outros dois são a Suazilândia e o Lesoto. Quem encabeça o governo é o Rei Mohammed VI, que está no trono desde 1999 e se diz descendente de ninguém menos do que o Profeta Maomé em pessoa! A moeda oficial de lá é o Dirham.

Os berberes vinham ocupando a região do Marrocos desde o segundo milênio antes de Cristo e, em 46 a.C., os romanos anexaram o território à Mauritânia. Contudo, por volta do século 5, quando o Império começava a ruir, os vândalos invadiram a região. Depois foi a vez dos árabes — no final do século 7 — chegarem com Islã e se unirem aos berberes para, no início do século 8, invadirem juntos a Espanha, de onde foram expulsos no século 13 (com a Reconquista culminando no século 15).

Após regressarem ao Marrocos, o território nunca se tornou completamente unificado — sendo composto por pequenos estados tribais — e os conflitos entre árabes e berberes eram constantes. A unificação finalmente ocorreu quando a Espanha e Portugal, começaram suas invasões na região e, em 1660, o Marrocos se tornou um reino sob o comando da Dinastia Alauita, cujos descentes continuam no poder.

Contudo, durante os séculos 17 e 18 o Marrocos se tornou um “quartel general” para piratas que atormentavam o Mediterrâneo, o que levou a Espanha e a França a decidir colonizar o território. Assim, entre os anos de 1912 e 1956, o país era dividido em duas zonas, uma pertencente à Espanha e a outra à França. A independência foi decretada em 1956, mas Ceuta e Melilla, duas de suas cidades, continuam sob o comando espanhol até hoje.

Embora essa “pincelada” sobre a história e geografia do Marrocos pareça uma verdadeira chatice, ela é fundamental para que possamos entender melhor sua cultura, arquitetura e tradições. Mas, depois desses dados todos, que tal embarcar de uma vez nessa viagem descobrindo quais são as principais atrações do país?

Apesar de Rabat ser a capital, ela não é a cidade mais populosa — nem a mais conhecida do Marrocos. As mais famosas, sem dúvida são Casablanca, Fez e Marrakesh. A primeira, Casablanca, apesar de não ser tão exótica quanto às outras duas, se tornou o centro econômico do país, e é conhecida pela arquitetura colonial que mistura o tradicional estilo marroquino e com o art déco francês, mistura essa conhecida como “Mauresque”.

Já na cidade de Fez o ambiente é completamente diferente. Famosa por ser a mais completa cidade medieval do mundo árabe, suas ruas formam labirintos que escondem antigos souks — tradicionais mercados —, incontáveis bazares, artesãos e monumentos fabulosos. O mais extraordinário seguramente é a madraça Bou Inania, uma antiga escola secular fundada no século 14 ricamente decorada com belíssimos arabescos.

Além disso, as ruelas da medina de Fès el-Bali — ou Cidade Antiga de Fes — são um exemplo perfeito do choque entre o velho e o novo, já que não é raro cruzar com pessoas puxando seus burros ou mulas (que ainda são os principais meios de transporte de muita gente) enquanto conversam ao celular. Outros locais que merecem uma visita são a Universidade e Mesquita Kairaouine, o Palácio Glaoui e o Riad (palacete) Fes.

Por último, Marrakesh sem dúvida é o principal centro turístico do Marrocos e, uma vez lá, aproveite para visitar a Mesquita de Koutoubia, um edifício do século 12 cujos minaretes são visíveis a quilômetros de distância e se tornou símbolo da cidade. Outro ponto turístico famoso são as Tumbas Saadies, que datam dos séculos 16 e 17 e só foram descobertas no começo do século 20.

A madraça Ali Ben Youssef — do século 14 — faz parte da lista da UNESCO de Patrimônios Mundiais, portanto, merece uma visita, assim como o Palácio El Bahia (olha que nome mais pitoresco!) e o Palácio El Badi, que são belos exemplos da arquitetura marroquina. E depois de explorar todos esses locais e a medina (ou centro histórico) fundada no século 11, termine a visita na Djemaa el-Fna, uma grande praça de Marrakesh onde todas as noites ocorre o maior agito e se reúnem acrobatas, músicos e contadores de histórias.

E você se lembra de que os antigos romanos perambularam pelo Marrocos no passado? Um vestígio de sua passagem são as ruínas da antiga cidade de Volubilis, localizada no norte do país. Outra atração famosa é Kasbah de Télouet, uma fortaleza construída entre os séculos 19 e 20 que se situa no Alto Atlas e hoje se encontra parcialmente destruída.

Para os aventureiros, além de passeios de camelo pelas dunas do deserto — que podem ser feitos a partir de Merzouga, Zagora e M’Hamid —, uma boa pedida é fazer uma visita as Gargantas do Todra, que conta com cânions com paredes que chegam a 200 metros de altura. Você também pode fazer trilhas pela Cordilheira do Atlas, e visitar o maciço de Toubkal ou visitar vales mais isolados.

O que não faltam no Marrocos são festivais — sejam eles nacionais ou regionais — para todos os gostos. Além de festividades religiosas, como o Ramadã, por exemplo, caso você visite o país em agosto, aproveite para incluir na sua lista de destinos a pitoresca cidadezinha de Asilah. Além de oferecer as melhores praias da costa norte do Marrocos, lá todos os anos ocorre um festival cultural nessa época do ano que reúne músicos e outros artistas.

Contudo, um dos festivais mais famosos do país é o Moussem que ocorre no vilarejo de Imilchil todos anos em setembro. Tradicionalmente, durante essa festividade — que dura três dias —, tribos de várias localidades da região se reúnem em Imilchil para que as mulheres procurem e escolham maridos e, se tudo correr como o esperado, participem de um casamento coletivo ao final do festival.

Apesar de muitas cidades do Marrocos parecem exóticas para os visitantes, não há motivos para se preocupar na hora de comer. Além da tradicional carne de carneiro, graças à sua proximidade ao mar, muitos restaurantes contam com peixes e frutos do mar no cardápio. Mas se você prefere as aves, experimente a pastilla, uma famosa torta feita com frango ou carne de pombo.

Entretanto, o prato mais famoso é — evidentemente — o couscous. De origem berbere, trata-se de uma comida preparada com semolina servida com vários legumes e carne de carneiro, ave ou, ocasionalmente, peixes. Já as sobremesas consistem basicamente de frutas suculentas e tâmaras, ou seja, nada que vá deixar você se sentindo muito culpado depois das refeições.

·         Informações sobre MARROCOS :

·         É incrível imaginar que leões e elefantes já perambularam pelo Marrocos, e hoje em dia, os bichos que podem ser encontrados por lá são os lagartos, camaleões, cobras e lagartixas. Mas além desses seres “deslizantes”, ainda existem alguns mamíferos, como ovelhas, cabras, macacos e javalis. Ah, e camelos, claro!

·          As Kasbahs — ou antigas fortalezas — eram construídas a partir das fibras de palmeiras e lama obtida das margens dos rios;

·         Aproximadamente 57% da população vive próximo à costa e em cidades como Casablanca, Fez e Marrakesh;

·         O nome completo do Marrocos em árabe é Al-Mamlaka-al-Maghribiya que, em tradução livre significa “Reino do Oeste”;

·         Tradicionalmente, os marroquinos consideram o fígado como o órgão que simboliza o amor, e não o coração;

·         É considerado como gafe se recusar a comer carne ou, pior, comer usando a mão esquerda;

·         A Universidade de Al- Kairaouine, localizada em Fez, foi fundada no ano de 859;

·         Muita gente acredita que o santuário de Sidi Yahya, localizado na cidade de Oujda, é, na verdade, o túmulo de João Batista;

·         Em se tratando de um país muçulmano, a bebida nacional do Marrocos é o chá de menta adoçado com açúcar;

·         Existe um oásis localizado ao sul do país que conta inúmeros vilarejos com casas de barro e ruínas de antigas fortalezas;

·         O resort mais famoso se encontra em Essaouira, cidade banhada pelo Atlântico que vem ganhando fama entre os praticantes de windsurfe;

·         O Marrocos é famoso pelo artesanato, portanto, você vai ter que resistir à tentação de trazer belíssimos tapetes, cerâmicas, trabalhos em couro e madeira tradicionais na mala!

 

 

 

O Programa Inclui: 

 

 

Grupo Egito Maravilhoso com Cruzeiro Rio Nilo e Tel el Amarna e Marrocos Fascinante - Abril2018!

 

Total : 17 dias / 15 noites

 

Valores por pessoa em apartamento e cabine standard :

 

Entrada à vista + 7 X sem juros ( ATÉ ANTES DO EMBARQUE ):

 

SINGLE : USD 5.151,00 + USD 234,40 txs emb + IRRF

DUPLO : USD 4.185,00 + USD 234,40 txs emb + IRRF

TRIPLO : USD 4.094,00 + USD 234,40 txs emb + IRRF

 

Valores serão acrescido do IRRF, consulte a operadora = USD 141,00 por pessoa!!

 

Formas de pagamento :

Entrada de 25% à vista mais taxas de embarque e o saldo em 7 x sem juros nos cartões VISA e MASTERCARD.

Entrada de 25% à vista mais taxas de embarque e o saldo em 7 x sem juros com cheques pré-datados ou boletos ( a última parcela deverá estar finalizada até 30 dias antes do embarque ).

* Os valores são em dólar, por pessoa, e serão convertidos ao câmbio do dia do fechamento do CONTRATO.

 

Inclui no pacote :

Passagem aérea internacional : SÃO PAULO / CAIRO / CASABLANCA / SÃO PAULO em classe econômica, ( franquia bagagem : 02 malas de 32kg )

Passagem aérea doméstica : CAIRO / LUXOR // ASWAN / CAIRO em classe ecomômica, ( franquia bagagem : 01 mala de 23kg )

08 noites de acomodação nos barcosmencionados ou similares,

CAIRO : 04 noites de hospedagem com café da manhã e jantar ( sem bebidas ), Todos os traslados de chegada e partida em Cairo, Luxor e Aswan.

CRUZEIRO RIO NILO : 04 noites no Cruzeiro pelo Rio Nilo incluindo : café da manhã, almoço e jantar ( sem bebidas ) e visitas com guia idioma português,

Tours inclusos no roteiro : Museu egípcio, Platô de Gizé com as Pirâmides e Esfinge, Sakkara Pirâmide do Faraó Zoser e Colosso do Faraó Ramsés, Citadela de Sala El Din, Mesquita de Mohamed Ali e Sultão Hassan, Bazar Kahn el Khalili, Visita e almoço no AL AZHAR PARK. TEmplo de HATOR Dendera, Represa de Aswan, Obelisco inacabado de ASWAN, Templo de Philae Isís, Templo Kom Ombo Sobek, Templo de Edfu, Templo Karnak, Templo de Luxor Deus Amon, Templo de Hatsepshut, Colossos de Memnon, Vale dos Reis e Rainhas ( sem ingressos ), Festa contagiante no Cruzeiro Rio Nilo, Visita à loja de essência de perfumes, Visita à loja de tapetes, Visita à loja de Papiros, Visita à loja de algodão egípcio ( toalhas, lençóis, roupas, etc ), Taxas de entrada nas atrações mencionadas no roteiro, Acompanhamento de nosso guia com idioma português, Seguro viagem internacional,

 

Recomendamos TOURS OPCIONAIS : * consulte valores direto no local com nosso guia. Tour Abu Simbel, ( tour dia inteiro ) Tour á Aldeia Nubia, de felucca ( tour dia inteiro - via barco ), Tour de charrete pelas ruas de Aswan, Show noturno no Cairo, Show noturno de Luzes e sons nas Pirâmides no Cairo, Visita à Cairo Tower, Visita a cidade de Alexandria,

 

Não inclui no pacote : Tudo o que não é informado em INCLUI NO PACOTE, Visto de entrada no Egito ( USD 30.00 ), a operadora providencia a solicitação antes da saída do pacote, Egito : Gorjetas ao guia e motorista e maleteiros em aeroportos, hotéis e barco, em torno de USD 40.00 por pessoa/período, Tours extras/opcionais, Excesso de bagagem deverão ser pagos direto no aeroporto, Observações : Os hotéis mencionados são informativos, podendo sofrer alteração para outro de mesma categoria no momento da reserva.

 

Todos os preços são cotados por pessoa em dólares Americanos. Valores sujeitos à disponibilidade e alteração sem prévio aviso.

 

Há possibilidade de adicionar noites extras/opcionais,sob consulta antecipada na operadora, antes do fechamento do contrato. Todos os nossos roteiros podem ser alterados e personalizados de acordo com seus interesses e necessidades.

 

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS : Visto de entrada ao Egito Você deverá carregar ;passaporte válido, por pelo menos 6 meses, antes da data prevista para sua partida ao Egito.

 

* Para informações sobre alterações, cancelamentos, etc, solicite cópia do contrato operacional junto à operadora.

 

*************************** CONSULTE ADICIONAL AÉREO COM SAÍDA DE SUA CIDADE *************************

 

INCLUI EM MARROCOS:

07 noites de hotel categoria turística superior,

Meia pensão (café da manhã e jantar; sem bebidas), ( exceto no último dia livre em Marrakech somente café da manhã incluído ) ,

Traslados de chegada e saída do aeroporto,

Guia local especializado, guia idioma portunhol,

Tours guiados e ingressos onde mencionados no roteiro.

Visitas guiadas: Casablanca, Rabat, Fez, Marrakech, Erg Chebbi e Ouarzazte.

 

Não incluído no pacote: _ Nada que não estiver em inclui no pacote, lavanderias, telefonemas, extras de caráter pessoal, refeições não mencionadas. Gorjetas à guias e motoristas USD 40,00

 

===================================================================================================

 

_ Coordenador acompanhante JET TOUR OPERADORA desde o Brasil, para grupos com mínimo de 15 passageiros,

_ Valores baseados para grupos com mínimo 15 passageiros,

Todos os valores poderão sofrer reajustes sem aviso prévio, até o completo fechamento do contrato do pacote!

 

Consulte a operadora.

Roteiro: 

 

 

ROTEIRO : Total 17 dias / 15 noites

*** Importante : possibilidade de visitar : PALÁCIO DE MALQATA - FARAÓ AMENHOTEP III e o TEMPLO DE SETI I em ABYDOS!

* consulte a operadora.

 

DIA 01 - São Paulo - Cairo Apresentação no aeroporto internacional de Guarulhos, onde a equipe JET TOUR OPERADROA dará o embarque com destino ao Cairo.

 

DIA 02 - Cairo Chegada ao aeroporto internacional do Cairo, retirada do visto antes da imigração e recepção por nosso guia. Traslado aeroporto para o hotel, acomodação e pernoite.

 

DIA 03 - Cairo Após café da manhã, saída para passeio para visita a cidade de Memphis, antiga capital do Egito, durante a primeira dinastia. Lá você poderá visitar uma das mais importantes áreas históricas e arqueológicas do Egito, Sakkara, onde você verá a famosa pirâmide do rei Zoser, uma das primeiras pirâmides construídas no Antigo Egito e o Colosso do Faraó Ramsés. Continuando o passeio com destino ao Platô de Gizé onde estão localizadas as pirâmides de Quéops, Quefren e Miquerinos, uma das sete maravilhas do mundo antigo. Ainda próximo as pirâmides está a famosa Esfinge de Gizé, esculpida em pedra e com cerca de 20m de altura e 60m de comprimento, que combina a cabeça de um Faraó com o corpo de um leão. No retorno passaremos visitar uma loja de essência de perfume egípcio, uma loja de tapete egípcio, loja de produtos de algodão egípcio e visita à loja de papiros. Após visitas, retorno ao hotel. Acomodação e pernoite.

 

DIA 04 - Cairo Após café da manhã, saída para passeio visitando: Museu do Egito, contendo o mais importante acervo de antiguidades do mundo. A Cidadela de Salah El Din: imponente no Cairo, foi o centro da cidade por aproximadamente 700 anos. A Mesquita de Mohammed Ali e Sultão Hassan: foi construída entre 1356 e 1363, muitos dizem ser o monumento mais majestoso da arquitetura árabe em todo o Egito. O passeio continua então até o bazar Khan El Khalili, tradicional no Cairo. Após o passeio, retorno ao hotel. Acomodação e pernoite.

 

DIA 05 - Cairo - Elminia ( TELL EL AMARNA ) EL ASHMONEIN - BENI HASAN – TUNA EL GABAL - 271km (3hs20min) Após café da manhã, saída às 07:30hs e traslado para a cidade de Elminia ( TELL EL AMARNA ). Chegada e acomodação. Logo após saída para visita a Elminia. E a tarde visita a antiga capital de Akhetaten fica a cerca de 324km ao sul do Cairo, em um anfiteatro natural entre penhascos inóspitos. Esta estreita abertura existe por cerca de doze quilômetros ao longo do rio Nilo e tem uma profundidade meio arredondada de cerca de cinco quilômetros. Este é o lugar onde, por volta do quinto ano do reinado do rei, nos dizem que, por inspiração divina, Akhenaton constrói sua capital, onde visitaremos ruínas do Templo de Aton, ruínas do Palácio do Faraó Akhenaton e ruínas algumas estellaes, onde ainda se pode observar a Rainha Nefertiti e o Faraó Akhenaton. Visita a cidade de El Ashmonein o nome era cidade de Khmunu, que significa - A cidade dos oito deuses - onde o principal deus da cidade era Thot divindade associada à escrita e sabedoria, logo após visita a Beni Hassan e seus túmulos antigos, e passeio em Tuna El Gabal onde está a stellae A de Akhenaton e tumba de Petosiris dedicado ao deus Toth. Retorno ao hotel e pernoite.

 

DIA 06 - Elminia ( TELL EL AMARNA ) - Luxor - 412 km (5hs) Após o café da manhã, saída bem cedo em torno das 06hs da manhã, será realizado o traslado de Elminia para a cidade de Luxor. Poderemos apreciar um pouco do Egito nesta viagem terrestre. Chegada em Luxor, e visita ao TEMPLO DE DENDERA, conhecido pelo famoso zodíaco de Dendera. Logo após o passeio traslado e embarque no Cruzeiro que nos levará a uma viagem emocionante e mágica pelo RIO NILO. Pela tarde, visita aos templos de Karnak e Luxor. Templo de Karnak: um dos grandes templos situados a aproximadamente 3 km ao norte de Luxor. O complexo cobre uma área de 100 acres e sua história que se estende por muitos anos. Templo de Luxor: foi construído para adoração do deus Amon Ra. A construção do templo data dos reinados de Amenhotep III e Ramsés II. A entrada do templo contém um grande pilar construído por Ramsés II e inclui duas enormes estátuas que representam o rei sentado. Retorno ao barco, pernoite embarcado em Luxor.

 

DIA 07 - Luxor - Esna - Edfu Pela manhã cruzaremos para a margem oeste do rio. Você visitará então a Necrópolis de Thebes, o Vale dos Reis, o Templo da Rainha Hatshepsut e o Colosso de Memnon. Pela tarde, partida do barco e navegação até Esna pelo Majestoso Rio Nilo. O Vale dos Reis: local onde se encontram muitas tumbas faraônicas do Novo Reinado, incluindo as dos reis Tutancamon e Ramsés, o grande. Cada tumba é adornada com imagens e estátuas de seu rei e em cada uma está escrito o nome do rei e seu título. A maioria das tumbas foram cortadas em pedra seguindo o seguinte padrão: três corredores, uma ante-câmera e uma câmera subterrânea, onde era colocado o sarcófago. Templo Hatshepsut: foi construído ao norte do templo do Médio Reinado Mentuhoteb Nebhepetre, entre os penhascos rochosos conhecidos como Deir El-Bahri. A Faraó optou por construir seu templo no vale sagrado da deusa Theban do Leste, em frente ao templo Karnak de Amun, na margem leste do Rio Nilo. Saída de barco para Edfu e pernoite embarcado.

 

DIA 08 - Edfu - Aswan Pela manhã após o café, visita ao templo de Hórus, em Edfu. Após a visita, segimos de barco até Kom Ombo. À tarde, visita ao templo repartido entre os deuses Sobek e Hórus. Um passeio de charrete até o Templo de Edfu: não só é este o templo mais bem preservado do Antigo Egito, como também o segundo maior, depois de Karnak. Acreditava-se que o templo tinha sido construído no local da grande batalha entre Hórus e Seth. Hense, o templo atual, foi o último de uma série de templos construídos neste local. Templo de Kom Ombo: trata-se na verdade de dois templos. o templo de Sobed e o templo de Hórus. Nos tempos antigos, crocodilos tidos como sagrados tomavam sol nas margens do rio próximas a estes templos. O templo está pouco preservado devido a mudanças nas margens do Rio Nilo e aos sacerdotes que o utlizaram como igreja e, por fim, aos construtores que usaram suas pedras em novos prédios. Saída de barco até Aswan e pernoite embarcado.

 

DIA 09 - Aswan Café da manhã no barco. E manhã livre para você poder aproveitar o TOUR OPCIONAL ao Templo ABU SIMBEL: complexo arqueológico com 2 templos do Faraó Ramsés ( Deus Rá ) e sua esposa Real Rainha Nefertari ( Deusa Hathor ) situado à 300 km de Aswan. À tarde visita a represa Alta e o Templo de Philae dedicado a Deusa Isis, com passeio ao redor da Ilha Elephantine a bordo de um felucca (barco) e visita ao mausoléu Agha Khan. A Represa Alta foi construído pelo Sir W. Wilcox em nome das autoridades britânicas em 1898. É construída em granito obtido na área de Aswan. A abertura oficial foi em 1902. Nos anos 1960 outra represa foi construída pelo governo egípcio. Templo Philae foi desmontado e remontado (na Ilha Agilika cerca de 500 m de seu local original, a Ilha Philae) por conta da construção da Represa Alta. O templo, dedicado à deusa Isis, se encontra em um belo local que foi planificado para se parecer com seu local de origem. Seus vários túmulos e santuários, que incluem o templo de Hathor, uma Casa de Nascimento e dois pilares, celebra toda a divindade envolvida nos mitos de Isis e Osiris. Pernoite em Aswan à bordo de nosso barco. Festa Egípcia dentro de nosso cruzeiro para comemorar nossa viagem, aproveite para comprar o seu traje típico egípcio na loja à bordo do Cruzeiro e brinque muito !!

 

DIA 10 - Aswan - Casablanca(Marrocos) / Fes (296 KM) Café da manhã no barco, e logo após desembarque saída para visita ao OBELISCO INACABADO DE ASWAN. Traslado ao aeroporto, onde embarcaremos para a cidade do Cairo, e novamente embarque para Marrocos, Cidade Casablanca. Chegada e recepção pelo nosso guia local, e traslado até a cidade de Fes. No caminho visitaremos a cidade de Meknes, a herança do século 17, onde iremos passear pelas imensas muralhas da Medina, Bab El Mansour e desfrutar de uma visita ao santuário de Moulay Ismail. À noitinha, após a visita de Meknes, traslado para a cidade de Fez, chegada, acomodação e pernoite em FES.

 

DIA 11 - Fes Após café da manhã, visita a cidade mais antiga do Marrocos, andando em seus becos e ruas pequenas. Nossa visita começa visitando o portão do Palácio Real, a sede judaica, o primeiro Mellah já construído em Marrocos, construído durante o século XVI. Vamos visitar os locais com interesse cultural e histórico, incluindo a famosa Universidade Al Qaraouine, a mais antigo da região, as curtumes, o museu Attarine e Mulay Idriss mausoléu. Após o almoço, você visita a cooperativa das telhas e, em seguida, vamos experimentar uma vista panorâmica maravilhosa sobre toda a Medina de Fez. Pernoite em FES.

 

DIA 12 - FES PARA ERG CHEBBI (CAMEL TREK) - DESERTO MARROQUINO Nosso passeio começa às 8 da manhã com a experiência dos vislumbres do atlas médio. Primeira parada será na cidade que chamada de Little Switzerland, em seguida, traslado até Azrou, uma aldeia berber no meio da famosa floresta de cedro, o maior do Marrocos - onde você vai ver os macacos Barbary, com parada para tirar fotos. Continuamos para cidade de Midelt ao longo das colinas e montanhas magníficas do atlas, paramos para almoçar. Após o almoço, traslado através do fascinante Tizi Ntalghemt e passar por ZizGorges, tendo uma bonita vista do platô atlas alto, para apreciar o cenário e dicas do deserto quando se aproxima da cidade de Errachidia. Faremos o caminho ao longo do luxuriante ZIZ Vale, parando para vistas panorâmicas ao longo do caminho para em Erfoud e também nas dunas de Ergchebbi. Após, parada no hotel para relaxar e tomar um Chá marroquino com hortelã. Logo após começará a experiência com Trek de camelo, para o coração de dunas que terá cerca de 1 hora de camelo(OPCIONAL), onde você vai passar a sua primeira noite no acampamento berber.

 

DIA 13 - ERG CHEBBI para Ouarzazate (366 km): Neste amanhecer, vamos admirar o nascer do sol no topo da grande duna antes de voltar ao Auberge, e terá seu café da manhã e após um banho, saída com início da viagem em direção ao Vale Dades, escalada ou caminhada pelo desfiladeiro Todra, onde passaremos horas agradáveis., onde ainda iremos desfrutar junto com o grupo do almoço no desfiladeiro. Após traslado até a estrada de Mil Kasbah passando o Vale das Rosas e Palmeiras Skoura, e continuação até Ouarzazate, que é chamada HOLLYWOOD OF AFRICA; Visita de Kasbah e de Taourirt, os estúdios de cinema. À tarde, chegada em Ouarzazate, acomodação e pernoite.

 

DIA 14 - OUARZAZATE via KASBAH AIT BEN HADDOU, e para MARRAKECH (196 km): Depois do café da manhã, saída e traslado para Kasbah Haddou Ben; no caminho, parada para almoço e, em seguida, você terá passeio e apreciar a visita e a vista em pleno coração de Kasbah. Após visita, traslado para Marrakech. Chegada e pernoite em Marrakech.

 

DIA 15 - Marrakech - A cidade vermelha de Marrocos Após o café da manhã no hotel, saída para o passeio aos locais mais importantes de interesse histórico e cultural, incluindo os Jardins Majorelle, a Torre Koutoubia, as tumbas Saadian, o Palácio da Bahia. Após o almoço em um restaurante perto da praça principal, tempo disponível para caminhada através dos Soulks - mercado; e ver centenas de artesanato e artigos típicos marroquinos. Traslado ao hotel, pernoite.

 

DIA 16 - Marrakech ( DIA LIVRE ) Café da manhã no hotel e dia inteiramente livre para atividades independentes.

 

DIA 17 - Marrakech / Aeroporto de Casablanca (242 km) Após o café da manhã, bem cedo, traslado para Casablanca, chegada e traslado ao centro da cidade para visita panorâmica que incluirá: a Praça das Nações unidas rodeadas pela prefeitura, o Palácio de Justiça, o Bairro residencial Anfa, a Gran Mezquita Hassan II impressionante com seus tercios construídos sobre o mar e que poderá conter mais de 80.000 crentes. Visita da Praza Mohamed V, o mercado central. Após o almoço, traslado ao aeroporto, para embarque com destino ao Brasil. Chegada ao Brasil. Boa viagem !! ^_^

 

 

Login do usuário

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.